Concessão de seguro-desemprego recua a nível de 2008


NOTÍCIAS AO MINUTO | 05/12/2017

Dados do Ministério do Trabalho revelam que 5,53 milhões de trabalhadores receberam seguro-desemprego entre janeiro e outubro, número 8,2% inferior ao registrado nos em igual período do ano passado, que o coloca no mesmo patamar de 2008.

Ainda assim, a conta do benefício segue alta para o governo, que desembolsou R$ 29 bilhões nos dez primeiros meses do ano, valor 1,2% inferior na comparação com o espaço de tempo entre janeiro e outubro de 2016.

O coordenador-geral do seguro-desemprego do Ministério do Trabalho, Jonas Santa Filho, explicou ao Uol que a queda na concessão deve-se à rigidez nas regras de acesso impostas a partir de 2015, ainda sob o governo de Dilma Rousseff. Uma delas é a que estabelece tempo mínimo de 12 meses trabalhados no último ano e meio para um trabalhador pleitear o benefício pela primeira vez - o tempo cai para nove meses para o segundo pedido.


Comentários