Cinco dicas para mamães com filhos alérgicos


mundo positivo | 05/07/2017

Mais de 40 milhões de brasileiros têm problemas respiratórios e apenas o ácaro é responsável por 75% dos casos de alergias. Os números são alarmantes, pois só cresceram nos últimos anos. Isso é reflexo da mudança de comportamento das pessoas. Com o advento da tecnologia, as residências comportam itens que fazem as pessoas ficarem mais em casa, como computadores, games, entre outros. Com isso, a sociedade tende a ficar mais tempo em local fechado, incluindo as crianças. 

O que poucos pais sabem é que a chance dos seus filhos terem algum tipo de doença alérgica vai bem além da genética. Filhos de pais alérgicos têm mais chance de desenvolver alguma alergia, mas a carga genética não é conduzida exclusivamente pelos genes contidos no DNA. Os hábitos interferem e muito.

Entenda em cinco passos como melhorar a qualidade de vida do seu bebê e das crianças com problemas alérgicos, segundo Felipe Prado, da Sterilair, maior empresa de esterilizadores do Brasil:

1. Ao limpar a residência e os quartos (principalmente o das crianças) utilize pano úmido em vez de vassoura. Isso faz com que a poeira seja retirada sem “poluir” o ambiente;
2. Opte por piso frio. Evite cortinas, tapetes e carpetes em todos os cômodos de casa;
3. Evite produtos de limpeza com perfume;
4. Tenha um esterilizador em casa, principalmente no quarto dos pequenos. O aparelho elimina 99,9% dos microrganismos. É importante lembrar que o esterilizador retira do ar os organismos que nos fazem mal. É diferente do purificador que só filtra o ar;
5. Mantenha uma periodicidade na limpeza dos aparelhos eletrônicos, livros e demais objetos que as crianças manuseiam com frequência.


Comentários