Maquiagem mineral: 'Detalhe' que pode fazer toda diferença


NOTÍCIAS AO MINUTO | 05/02/2018

Com fórmulas cada vez mais avançadas e resultados mais notórios, a indústria da maquiagem parece ter encontrado a chave do sucesso naquilo que de mais puro e eficaz há: a natureza. Os produtos naturais, biológicos, orgânicos e até mesmo minerais começam a ganhar mais espaço num mercado em que a preocupação em cuidar da pele ganha destaque face à vaidade que até agora lhe foi atribuída.

Mas se a maquiagem natural é aquela que possui um alto teor de ingredientes de origem não sintética e a maquiagem biológica e orgânica é aquela que recorre nas suas fórmulas a componentes de agricultura e produção biológica e orgânica (respectivamente), o que é, então, a maquiagem mineral?

Tal como o nome indica, é a maquiagem onde reinam os minerais, como o zinco, o óxido de titânio e mica. Na prática, são produtos de beleza que usam ingredientes retirados da terra e que, por norma, se assumem como ‘puros’, pois são isentos de corantes, óleos, conservantes, fragrâncias sintéticas, ceras ou agentes de volume, explica o site do "Independent". Os parabenos e as substâncias que possam causar algum tipo de inflamação são também ingredientes excluídos da maquiagem mineral.

Além da lista de ingredientes (que tende a ser consideravelmente menor), o que mais diferencia a maquiagem mineral da convencional é o seu poder de eficácia nos mais variados tipo de pele, prevenindo de forma assertiva a obstrução de poros, o que torna este tipo de maquiagem a opção mais certeira para quem tem a pele sensível ou propensa a desenvolver acne, diz a "Marie Claire".


Comentários