Porto Velho pode não contar com desfile do Galo da Meia Noite


Zekatraca | 08/01/2018

Considerado o segundo maior bloco carnavalesco de Porto Velho, o Galo da Meia Noite está prestes a não se apresentar no carnaval deste ano. Nossa reportagem conversou com os diretores Edson José Caula e Benjamim Mourão sobre a programação do bloco, que realiza os melhores ensaios carnavalescos da cidade e foi informada que, por motivos alheios à vontade da diretoria, o bloco pode não desfilar na quinta feira dia 8 de fevereiro, pelo tradicional circuito “Caiari”, formado pelas ruas Rogério Weber, Pinheiro Machado, Joaquim Nabuco, Carlos Gomes até a praça das Três Caixas D'água.

 “Infelizmente não conseguimos superar a burocracia que norteia em torno desse tipo de evento. Sabemos que temos culpa, por não cumprirmos parte do que ficou acordado com os órgãos financeiros da prefeitura de Porto Velho, porém, entidades como o Galo da Meia Noite e a Banda do Vai Quem Quer deveriam ha muito tempo, fazer parte do Patrimônio Imaterial do município de Porto Velho e até do estado de Rondônia”, disse Edson José.

A diretoria do Galo apresentou uma proposta à Funcultural que segundo o presidente Ocampo, tem tudo para dar certo. “A intenção, já que a Associação Galo da Meia Noite está impedida, é realizarmos em conjunto, um carnaval popular no “Terreiro do Galo” ou seja, na rua Rogério Weber entre a Duque de Caxias e a Pinheiro Machado. Não podemos, é deixar a tradição da 5ª feira de carnaval se acabar”, disse Ocampo.

É lamentável que uma entidade carnavalesca que é tão querida pelos foliões de Porto Velho, esteja passando por esses problemas. Um empresário tentou negociar a dívida do bloco, mais a prefeitura não concordou em reparcelar a dívida. “Assim fica difícil” disse o empresário.


Comentários