Marronzinho - Festa das campeãs no Caipirão


Zekatraca | 10/11/2017

O boi bumbá Marronzinho que tem a frente o folclorista Estevam, promove neste sábado (11), “A Festa das Campeãs” com a participação dos itens do boi bumbá Caprichoso de Parintins Cunhã Poranga Marciele Albuquerque, e Porta Estandarte Marcela Marialva. Além dos integrantes do Capricho vão se apresentar também, a Porta Estandarte do bumbá Corre Campo Ana Célia Santos, o levantador de toadas do Jhonny Marques e os itens Rayane Araujo Cunhã Poranga, Patricia Maia Porta Estandarte, Viviam Borges R. Folclore, Rafaela Rainara Batucada e Mateus Santana - Pajé.

A festa começa as 12 horas com os grupos Waiticu Mayacan que vai contar com a participação da Cunhã Poranga do boi Maruapira de Humaitá (AM); A Cia de Dança Yaporanga também será uma das atrações assim como a Sinhazinha Ludmila Pepla do boi Brilhantinho.

A festa será animada pelo DJ Evaldo Gonçalves, nos intervalos serão sorteados vários brindes.

O ingresso custa R$ 15 com direito ao almoço. O Caipirão da Viola fica na BR 364 sentido Guajará Mirim nas proximidades do Viaduto do Roque.

Mostra de Repertório Teatro Ruante

O Teatro Ruante está a pouco mais de dois anos em Porto Velho, mas desde que aqui aportou tem desenvolvido diversas atividades no campo circense e teatral: montagens de espetáculos, oficinas de circo, palhaço, entre outras. Em novembro de 2017 mais uma ação será realizada, agraciando o público porto-velhense, trata-se da 1ª Mostra de Repertório do Teatro Ruante, que contará com quatro espetáculos do grupo, uma intervenção do Grupo Dá o Bote e uma conversa sobre os 50 anos da obra de Guy Debochar, A Sociedade do Espetáculo.

Programação

Dia 17 de novembro às 19:00 h

Sala do Piano – Unir Centro – Av. Presidente Dutra, 2965

Conversa: 50 anos da obra A Sociedade do Espetáculo de Guy Debord

Lançada em novembro de 1967 por um dos membros mais ativos da Internacional Situacionista, Guy Debord, o livro continua mais atual que nunca. Os Situacionistas influenciaram sobremaneira as convulsões do maio francês em 1968. Na ocasião serão lidos trechos da obra e debatido com os presentes.

Dia 18 de novembro às 16:00 h

Praça das Três Caixas d`Água

A Boiada – Grupo Dá o Bote

Intervenção carnavalesca aberto a todos, basta vir fantasiado de boi. Trata-se de uma recriação de uma boiada verdadeira que chegava de trem da Bolívia nos idos da década de 1950 e tomava as ruas de Porto Velho.

Ficha Técnica

Idealização e roteiro: Carlos Macedo (Poeta Mado)

Dia 18 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Cabaré do Ruante

O Cabaré é um espetáculo de variedades circenses e que tem como base o palhaço, suas entradas e reprises cômicas tradicionais. Quatro palhaços, Magrila, Mazela, Tinnimm e Tuminga, se encontram na praça e prometem apresentar seus melhores números para o público.

Ficha Técnica

Roteiro, direção e figurinos: Selma Pavanelli

Palhaços: Adailtom Alves, Bruno Selleri, Jamile Soares e Selma Pavanelli

Produção: Ana Paula Rodrigues e Val Barbosa

Dia 19 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Histórias de Contar

Dos livros para a roda de contos vêm um gigante egoísta, um jovem índio, um soldado e um pai, sobre cada um deles tem uma história pra ser contada, ou melhor, vivida com os curiosos que chegarem junto para um momento de ver, ouvir e sentir.

Ficha Técnica

Contador: Bruno Selleri

Orientação cênica: Adailtom Alves e Selma Pavanelli

Colaboradoras: Gabrielle Selleri, Márcia Licínia Selleri e Ana Paula Rodrigues

Dia 25 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Que Palhaçada é Essa Aqui?

Espetáculo de variedades circenses, criado a partir de esquetes tradicionais de palhaços, que mistura números circenses, como malabares, laço, gags, improviso, números musicais e muita interação com o público.

Ficha Técnica

Criadores e criaturas: Adailtom Alves (Palhaço Magrila), Bruna Pavaneli (Palhaça Julieta) e Selma Pavanelli (Palhaça Tinnimm).

Figurinos: Selma Pavanelli

Dia 26 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Era uma vez João e Maria... e ainda é

A Conhecida história de Hansel e Gretel, colhida pelos irmãos Grimm, e divulgada entre nós como João e Maria, ganha adaptação do Teatro Ruante pra espaços abertos. A peça conta a história de duas crianças abandonadas por seus pais na floresta, onde se deparam com a/o Coisa.

Com destaque para a narração e para as brincadeiras, o espetáculo propõe uma reflexão sobre a fábula na atualidade. As músicas, criadas e/ou recriadas a partir do repertório das cantigas infantis, fazem parte da composição das cenas e são executadas ao vivo.


Comentários